Natal no ICESP

Queria um Natal diferente. Um lugar diferente. Achei!

Era a nossa primeira vez, mas estávamos tranquilos e de coração aberto. O convite havia sido feito e aceito. Sentimo-nos muito bem acolhidos e bem recebidos por toda a equipe do hospital, fomos muito bem orientados e acompanhados também.

O clima era bem afetivo, nos corredores silenciosos caminhávamos em direção a cada quarto. Tinha gente alegre, gente triste, muita gente e gente nenhuma.

Mas a Dona Maria…. Ah! a Dona Maria era um dengo só! Entramos no quarto e ela abriu o berreiro a chorar feito criança quando tá querendo colo, sabe? Tão linda a Dona Maria… frágil, morena cor de jambo, toda encolhida na cama. Eu fiquei olhando pra ela, confesso um pouco aflita com seu choro, mas Paulo, palhaço como ele só, começou logo a fazer graça. Ai, eu entendi, e fui contar um causo dos minero pra Dona Maria. Daqueles, cheio de prosa e graça. Ela parou de chorar, depois ficou espiando com rabo de olho, sentou, pediu pra ajeitar a cama, endireitou a coluna e até arrumou os cabelos! Sei que quando o causo da onça terminou Dona Maria tava rindo! Uma risada daquelas que faz mexer o ombro!

Rosto lindo e iluminado se botou bem na frente da gente! Ah! Nem preciso dizer que ganhamos a noite!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s